28 de November de 2020

Isak Dinesen, A feminilidade e a letra – Miquel Bassols (ELP)

  A relação entre a feminilidade * e a letra[1] foi colocada por Jacques Lacan em inúmeras ocasiões ao longo…


 

A relação entre a feminilidade * e a letra[1] foi colocada por Jacques Lacan em inúmeras ocasiões ao longo de seu ensino. [2]

Foi assim que ele pôde ir além do beco sem saída a que Freud chegou com sua teoria fálica e com o chamado rochedo da castração no final do percurso de uma análise. Curiosamente, o termo que Freud encontrou para situar essa dificuldade foi “o continente negro da feminilidade”. Assim, indicou a impossibilidade lógica de representar boa parte da sexualidade feminina de acordo com os parâmetros da geografia fálica; uma geografia métrica em que tudo é medido pela presença ou ausência do símbolo fálico. É,  de fato, a geografia que a sexualidade infantil continua a usar para responder à pergunta sobre a diferença entre os sexos e é a que a psicanálise encontrou e continua a encontrar em suas análises. Mas, uma vez que a bússola da lógica fálica foi tomada para mapear a sexualidade feminina, um novo continente se abriu para Freud mais além da localização do gozo no símbolo fálico, uma terra incógnita que segue sendo hoje um lugar de toda sorte de mal entendidos e especulações.

O instrumento cartográfico de Freud era, de fato, a estrutura edipiana com a dialética do falo e a castração, como símbolos da diferença sexual. Ele foi capaz de explicar, assim, boa parte dos problemas colocados pelas neuroses e as identificações sexuais, mas sua lógica colidiu com um real impossível de explicar, especialmente quando se tratava de colocar a singularidade da sexualidade feminina em relação à função da aparência, da mascarada ou do “parecer ser”, como diriam os barrocos. [3]

para continuar a leitura clique aqui

Related Posts

UN RISVEGLIO CHE NON DORME PAPERS 2018-2020 – SLP

19 de novembro de 2020

19 de novembro de 2020

Papers sono lo strumento di lavoro che l’Associazione Mondiale di Psicoanalisi si è dato da alcuni anni per prepararsi al...

O gozo feminino: uma orientação em direção ao real – Mathieu Siriot (Paris)

12 de novembro de 2020

12 de novembro de 2020

Em português & En français www.encontrobrasileiro2020.com.br   Em seu curso de 2011, O Ser e o Um, Jacques-Alain Miller afirma...

Todo bien! Paradojas del Bien y lo Inconsciente

29 de outubro de 2020

29 de outubro de 2020

Coloquio EOL Sección Córdoba 7 de noviembre 2020   El título de estas Jornadas de la Sección Córdoba de la...

Conversación EOL 2020 TRAUMAΣ

20 de outubro de 2020

20 de outubro de 2020

webpage Argumento El trauma ya ocurrió y no hay marcha atrás. Los analistas le damos un lugar, tanto en las...

Bodily effects of language – XIX th Congress of Psychoanalysis NLS

16 de outubro de 2020

16 de outubro de 2020

Towards the NLS Congress 2021   Bodily Effects of Language  Argument Alexandre STEVENS     Language, speech and discourse have effects...

Arguments – PART. 2 par Éric Zuliani

28 de julho de 2020

28 de julho de 2020

  L’attentat sexuel hante les premiers pas de la découverte de Freud. À la recherche d’une cause pouvant rendre compte...

Un Congreso que se hace desear, un Scilicet nuevísimo – Angelina Harari (EBP)

20 de julho de 2020

20 de julho de 2020

¡Tenemos el gusto de anunciarles la publicación de Scilicet-Rêve: cinco volúmenes! – uno para cada una de las lenguas de...

ATTENTAT SEXUEL – 50es Journées de l’ECF

15 de junho de 2020

15 de junho de 2020

LES QUATRE ARGUMENTS PART. 1 PAR LAURENT DUPONT Attentat sexuel, l’expression vient de Freud. Citons ce passage, il s’agit d’Emma...

Sexuação: a não-identidade do sexo – (Much Ado about Nothing) – Enric Berenguer (ELP)

4 de maio de 2020

4 de maio de 2020

  Praticamente nenhum significante-mestre em nossa época resistiu à comoção daquilo que o “desconstrucionismo”, acreditando-se agente, foi apenas um sintoma...

The Clinical Study Days 13 (CSD13) – Isolda Alvarez and Juan Felipe Arango (NLS)

26 de março de 2020

26 de março de 2020

Jouissance: The stuff that dreams are made of, were successfully held on New York from February 21st to 23th,2020. Gratefully...

Entrevista a Eric Laurent por Raquel Cors Ulloa Parte 2

11 de março de 2020

11 de março de 2020

Raquel Cors Ulloa: Éric, usted en su reciente reflexión sobre tres encuentros entre lo femenino y la no relación sexual[1],...

Todo el mundo quiere éxtasis – Marisa Morao (EOL)

9 de março de 2020

9 de março de 2020

    Comentario sobre el artículo Why Do We Think Suffering Is Good for Us? publicado en https://www.nytimes.com/2019/03/07/opinion/ketamine-depression.html Un enfoque...

La máquina de grabar los sueños y su ininterpretable – Marga Auré (ECF)

15 de fevereiro de 2020

15 de fevereiro de 2020

  Si Freud ve en los sueños la vía real de acceso al inconsciente, la ciencia también se ha interesado...

Comments
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.